061-3033.6605

© 2015 Instituto de Olhos Bruno Borges - Todos os Direitos Reservados

Lentes de Contato

 

As lentes de contato são próteses transparentes colocadas sobre a córnea, com a finalidade de corrigir erros de refração – miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia. Quase todos os erros refracionais podem ser corrigidos com lentes de contato, desde que não haja nenhuma contra-indicação ao seu uso.

Em geral, as lentes de contato são usadas em substituição aos óculos, favorecendo a prática esportiva e contribuindo com a aparência pessoal. Seu uso pode ser indicado como método de tratamento se a pessoa apresentar grande diferença de grau entre os olhos ou deformidades nas córneas - no caso do ceratocone, por exemplo, as lentes podem trazer melhoria. Elas moldam as córneas e melhoram a qualidade da imagem formada pelo olho e projetada na retina.

Como opção estética, existem as lentes de contato coloridas e desenhadas. Utilizadas para alterar a cor da íris, agregam beleza. A vantagem é que também podem ser usadas por quem apresente hipermetropia, astigmatismo ou miopia.

A receita de óculos não é a mesma receita para lentes de contato. O teste para adaptação de lentes de contato é necessário para complementar as informações sobre a curvatura e eixo das lentes, bem como avaliar o conforto do cliente com relação ao seu uso.

Como o uso das lentes de contato envolve o contato direto com a córnea, o acompanhamento médico periódico é necessário para evitar complicações ocasionadas por lesões ou infecções oculares.

As lentes de contato podem ser:

  • Lentes de contato gelatinosas: 

São fabricadas com material flexível com alta absorção de água. Elas também são chamadas de lentes hidrogel. Lentes de silicone-hidrogel, a tecnologia mais recente para lentes de contato gelatinosas, reagem às soluções de maneira diferente das hidrogéis tradicionais. Podem ser descartáveis (para uso diário, semanal ou mensal) ou para uso prolongado (anuais)

Além dos diferentes materiais,as lentes de contato gelatinosas podem ter diferentes indicações, de acordo com a ametropia (tipo     de grau) do paciente. São elas:

Esféricas: corrigem miopia e hipermetropia

Tóricas: corrigem astigmatismo (até um certo limite, para graus maiores opta-se por lentes rígidas) ou combinação de astigmatismo com miopia ou hipermetropia;

Bifocais e Multifocais: indicadas para pacientes que também possuem dificuldade para perto (présbitas)

  • ​Lentes de contato rígidas: 

As lentes rígidas podem ser de poliometilmetacrilato, fluorcarbonadas ou siliconadas. São mais duráveis, mais fáceis de limpar, corrigem quase todos os tipos de grau,e podem ser usadas com a maioria dos colírios. Entretanto, podem ser desconfortáveis durante o período de adaptação e se deslocam com maior facilidade.

São indicadas principalmente para altos graus de astigmatismo e/ou irregularidades na superfície da córnea, como cicatrizes ou ectasias.

  • Lentes de contato multicurvas (Rose K2):

As lentes de contato multicurvas (Rose K2) apresentam desenho esférico com multicurvas.  Sua complexa geometria permite uma abordagem personalizada para cada formato da córnea, corrigindo a miopia e o astigmatismo irregular associados ao ceratocone, além de permitir máxima oxigenação da córnea devido ao alto DK do material (DK 100 – BOSTON XO). 

  • Lentes de contato esclerais (ESCLERA)

As Lentes Esclerais são lentes de contato especialmente desenvolvidas para pessoas portadoras de anomalias na córnea como a síndrome do olho seco, córneas irregulares, incluindo traumas corneanos, degeneração marginal pelúcida, ceratoplastias penetrantes, pós LASIK e RK e principalmente o Ceratocone. Elas são muito semelhantes às lentes de contato gelatinosas, com um diâmetro maior que se adapta à esclera (a parte branca mais externa à córnea).

As Lentes Esclerais proporcionam uma verdadeira mudança de vida aos pacientes graças a maneira revolucionária de tratar as distorções e corrigir ametropias proporcionando um conforto excepcional. Quando há uma boa adaptação do paciente à lente, automaticamente se afasta a necessidade do transplante de córnea.

  • ESCLERA SG

A Esclera SG é uma revolucionária lente de contato escleral desenvolvida para adaptação em pacientes portadores de córneas irregulares, como o ceratocone. Quando bem adaptada, a Esclera SG proporciona uma superfície anterior asférica de alta qualidade óptica que, em conjunto com o menisco de líquido, anula as irregularidades ópticas da superfície corneana e permite a correção de miopia, hipermetropia e astigmatismo com excelente acuidade visual e conforto para o paciente.

Saiba mais

  • Teste de Adaptação de Lentes de Contato:

Conjunto de exames que envolvem o teste com lentes de prova para selecionar a lente de contato mais adequada para cada paciente. Testes preliminares e treinamento no manuseio são muito importantes para uma boa adaptação de lentes de contato.

Para se ter segurança no uso de Lentes de Contato, é fundamental que elas estejam bem adaptadas, com curvatura, diâmetro, grau e material próprio para cada caso.

Todo este procedimento deve ser acompanhado por um médico Oftalmologista.