Crosslinking

O que é:

tratamento que objetiva o aumento da resistência da córnea para prevenir a progressão do ceratocone.

Técnica:

Aumento das ligações transversais (crosslinking) do colágeno corneano, através dos raios ultravioletas A e da riboflavina (vitamina B2).

Indicação:

Para a estabilização do ceratocone e reversão do processo de flacidez da córnea. O crosslinking também pode ser indicado como complemento eficaz do implante de anel intracorneano. Ainda pode ser aplicado em casos de tratamento de ectasias pós Lasik, correção da degeneração marginal pelúcida, ceratopatia bolhosa e distrofia de Fuchs.

Procedimento: 

O tratamento é iniciado com o uso de colírio anestésico. Uma pequena camada da superfície da córnea é removida. Em seguida são aplicadas gotas de riboflavina para, então, expor o olho à radiação ultravioleta A (UVA 365nm). Através da reação de um processo químico, o tratamento modifica as propriedades biomecânicas da córnea e cria novas ligações de colágeno, o que aumenta em 300% a capacidade de resistência do tecido corneano. Após o procedimento, aplica-se colírio antibiótico.

Tempo do procedimento e recuperação:

O procedimento dura até 45 minutos. Não há necessidade de internação. O paciente deve utilizar óculos escuros por alguns dias após o tratamento. Em alguns casos, o oftalmologista também pode recomendar o uso de lentes de contato terapêuticas. Se necessário, pode ser repetido após quatro anos.

Prescrição:

Como o procedimento não objetiva a melhoria da visão, mas sim a estabilidade do ceratocone, o paciente poderá necessitar de óculos ou lentes de contato após o procedimento.

061-3033.6605

© 2015 Instituto de Olhos Bruno Borges - Todos os Direitos Reservados